Sindicato dos Empregados do Comércio de Balneário Camboriú

Filiado à:

Receba novidades:



Contato: (47)3263.6200

Notícias

outubro 15, 2018

Ato no Rio distribui mil placas com nome de Marielle em uma hora

Um ato em memória dos sete meses da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) distribuiu mil placas com o nome da parlamentar, neste domingo (14), na Cinelândia, no Centro do Rio. Marielle foi morta a tiros, no dia 14 de março, ao lado de Anderson Gomes, que dirigia o carro em que foram atacados. Até hoje as investigações não indicaram nenhum suspeito do crime.

O ato deste domingo foi um protesto em resposta à destruição de uma tabuleta com o nome de Marielle, no mesmo local, por dois candidatos do PSL, dias antes do primeiro turno das eleições de 2018. Houve protesto contra o presidenciável Jair Bolsonaro, do mesmo partido dos candidatos vândalos (“Ele não!)”, e gritos de apoio a seu oponente, o petista Fernando Haddad (Haddad sim!).

O ato foi a segunda homenagem a Marielle em dois dias. Na véspera, a escola de samba Estação Primeira de Mangueira elegeu, para seu samba-enredo do carnaval de 2019, “História para ninar gente grande”, de autoria do carnavalesco Leandro Vieira – cuja proposta é contar passagens da história do Brasil sob o olhar dos excluídos e citará a vereadora assassinada.

A produção de tabuletas como homenagem a Marielle foi iniciativa do site Sensacionalista, que fez uma vaquinha virtual, cujo objetivo inicial era arrecadar R$ 2 mil para fazer cem placas. A meta foi atingida em 20 minutos e a vaquinha arrecadou um total de R$ 39.743, com 1.569 doadores – pessoas físicas e jurídicas.

No fim da manifestação, os ativistas foram instruídos a guardar suas placas e saírem em grupos, por segurança. “Vamos mostrar nas urnas que o amor sempre vence”, disseram manifestantes.

Jornal do Brasil

Gostou desta notícia? [addThis]